Lifetime Value (LTV): Descubra o valor do seu cliente

Atualizado: 21 de mai. de 2021



Se você é dono do seu próprio negócio ou ajuda no gerenciamento de uma equipe ou empresa, sabe o quão importante é ficar de olho nas métricas relacionadas a campanhas publicitárias, arrecadações e a tudo o que rege o mundo dos negócios.

Infelizmente ou felizmente, esses números começam a crescer rapidamente, um fazendo parte do outro como uma engrenagem. E, por muitas vezes, você perde mais tempo tentando entender e analisá-los separadamente e não consegue chegar a um resultado concreto.

Ao invés disso, pesquisas e experiências corporativas ao redor do mundo mostraram que você pode obter um maior resultado focando em algumas métricas importantes para te ajudar a entender como sua empresa está andando.

Porque o Lifetime Value é tão importante?

Vamos começar com um exemplo básico de quando você cria uma campanha publicitária nas redes sociais. Para cada anúncio, post ou conteúdo, você espera ver o retorno logo de início. Afinal, você investiu tempo e dinheiro nesta campanha, certo?! Mas além disso, você também espera atrair clientes qualificados que gostem do que você está anunciando ou vendendo para que eles se fidelizem e continuem com você.

Com ferramentas básicas, você consegue medir seu custo por ação e taxa de retenção do público, mas não consegue saber por quanto tempo estes consumidores ficarão ou até mesmo o que eles comprarão ao longo do tempo.

É aí que entra nosso amigo Lifetime Value. O LTV é uma métrica que ajuda na identificação do valor que cada cliente gasta com a empresa durante o período em que ele se relaciona com ela. Em outras palavras, com o LTV, você mede o quanto fatura com um cliente durante o relacionamento dele com seu negócio. Ou seja, é seu aliado na hora de saber a quantas anda sua lucratividade e também a saúde financeira do seu negócio.

Como calcular seu LTV de forma fácil


Antes de falarmos sobre cálculos e fórmulas, quero te apresentar um dado curioso: de acordo com uma pesquisa publicada no site Harvard Business Review, conquistar um novo cliente é de 5 a 25 vezes mais caro do que manter um já existente. Isso faz todo o sentido já que você só precisa manter feliz quem já está dentro da sua empresa, quem já experimentou seu produto ou serviço e continuar gostando dele. Para buscar um cliente novo, há desprendimento de tempo, dinheiro e empenho para que ele sinta-se atraído por um serviço desconhecido até então. Custa menos para sua empresa e seu bolso agradece.

Agora mão na massa. Essa fórmula básica irá te ajudar no cálculo.

LTV= (ticket médio x média de compras por cliente ao ano) x tempo de relacionamento

Vamos colocar números fictícios para visualizarmos melhor a aplicação desta fórmula.

1 - Pense que seu cliente gaste, em média, R$300 reais por mês (ticket médio);

2 - Como esse valor é gasto mensalmente, a média de compras anual é 12 (1 por mês);

3 - Digamos que esse cliente ficou por 2 anos na empresa (levando em conta a data da primeira compra até a última)

Agora é só aplicar na fórmula.

LTV= (R$300 (ticket médio) x 12 (compras ao ano)) x 2 (tempo do relacionamento com a empresa)

LTV= (R$300 x 12) x 2

LTV= R$ 7,2 mil

Sendo assim, o Lifetime Value dos seus clientes seria de R$ R$ 7,2 mil, ou seja, o valor investido de cada cliente na sua empresa.


Simples, certo?!

Essa ferramenta é muito poderosa. Entretanto, como qualquer outra métrica, precisa ser analisada dentro de um contexto maior. Esse cruzamento de dados ajuda a fechar o ciclo e mostra a real situação de sua empresa, te ajudando a analisar o funcionamento de tudo e apontar possíveis pontos fracos a serem melhorados.

Agora eu quero saber:

Você já usa o cálculo do Lifetime Value na sua empresa?

Gostou?

Vá até nossas redes sociais e saiba mais sobre ferramentas de estratégia para alavancar seus negócios.