As plataformas digitais e suas possibilidades para o varejo em meio a pandemia

Vender na internet ou através dela? Qual a diferença?


De maneira muito direta, vender na internet significa que o cliente irá comprar e pagar seu produto 100% online, seja em uma loja própria (site) ou em um marketplace.


Já, vender através da internet significa se relacionar com o cliente por meio das redes sociais como em LIVES, entrega de conteúdos, e-mail, blog, ou até mesmo o próprio site. Porém, o fechamento do negócio (conclusão da venda) acontece no mundo físico, seja por Whatsapp, inbox ou atraindo o cliente até sua loja.


Para quem deseja vender na internet existem dois caminhos que podem ser seguidos. O primeiro se chama Marketplace, uma plataforma onde as pessoas são atraídas para dentro de um ambiente controlado com inúmeras opções para escolha de seu produto.


Esse é o caminho mais rápido, porém, você precisa aprender a “jogar o jogo” do marketplace. Cada plataforma possui suas regras, seu comissionamento e sua estratégia de rankeamento.


Não basta entregar, é preciso estar atento a tudo. Devoluções, trocas, produtos com defeitos, desistências. É preciso conhecer a legislação para venda na internet, ela é diferente da venda em loja física. Por isso, é necessário estudar bastante antes de se aventurar.


O segundo caminho pode ser mais desafiador, se optar por montar um negócio online do zero (desenvolver um site próprio por exemplo) entenderá bem a metáfora: ‘montar uma loja na internet é igual a abrir uma loja no deserto, não tem ninguém lá’.

Aqui serão necessárias estratégias para se destacar em meio a grande concorrência e investir para atrair o cliente para dentro da sua loja. Só assim você irá conseguir atrair clientes e gerar reconhecimento para sua marca, serviço ou produto.


Marketplace ou Loja própria?


- Os dois! Para ganhar clientes você irá precisar de estratégias, campanhas e muitas vezes é mais fácil e mais barato começar vendendo através de um Marketplace, embora as margens sejam menores. O próprio marketplace se encarrega de atrair a audiência, chamar a atenção dos cliente, se relacionar e fechar negócios.


A pandemia teve impacto positivo no aumento das vendas no varejo online, ressaltando que esta é uma tendência que veio para ficar.


De acordo com dados in- ternos divulgados recente- mente pelo Mercado Livre, de 2019 para 2020 os se- tores que mais cresceram em vendas online foram a área da saúde com um aumento de 200%, bens de consumo e alimentos com 161% e casa, móveis e decorações com 145%.

Outro gigante, o Grupo Magazine Luiza, já mostrava altas taxas de desempenho antes da pandemia. Somente em 2019, o e-commerce da empresa registrou um crescimento de 56% em relação ao ano anterior. O faturamento dos canais digitais passou a representar 41% de todas as vendas.


Se você é novo no mundo digital ou já está performando, se puder, invista tanto em marketplace quanto em loja própria para vender na internet. Este é um universo cheio de possibilidades e que irá ajudar seu negócio a crescer ainda mais.


Duas dicas muito importantes, primeiro solicite ajuda de profissionais que conhecem este mercado, pois a internet não aceita amadorismo, e segundo, não coloque todas as suas estratégias e forças em um único canal, realize pequenos testes. Desejo Sucesso e ótimas vendas.