Métodos ágeis de gestão empresarial

Criado há quase duas décadas, o modelo de gestão ágil busca direcionar os esforços de novos projetos para os resultados, única e exclusivamente.


Os métodos ágeis já são comumente utilizados em empresas de tecnologia, onde ficou conhecido por sua aplicabilidade e eficácia na gestão de projetos.

Isso se deve, ao fato de que, atualmente, frente às inúmeras e constantes atualizações mercadológicas, os modelos tradicionais de gestão de projetos tornam-se obsoletos com facilidade.

O modelo de gestão ágil busca justamente otimizar processos que antes, demoravam meses para sair do papel. Além do mais, ao fazer uso deste modelo, a participação e o engajamento dos colaboradores aumenta, devido à sua participação em todas as etapas de novos projetos.

Da concepção a execução e gestão de riscos, todos os envolvidos no projeto participam ativamente de cada uma das etapas, isso se deve ao fato de seu conceito de entregas modulares, onde pequenas parcelas do projeto são entregues, analisadas, testadas e caso necessário, reprojetadas.

Este fluxo de trabalho garante entregas mais ágeis e eficazes, sendo facilmente possível alterar o projeto em meio à sua execução caso necessário, o que é ótimo frente à alta inconstância do mercado no geral.

Gestão tradicional x Gestão ágil

Ambos os modelos possuem seus benefícios, porém, existem alguns pontos que os diferem e podem ser cruciais frente aos objetivos de negócio de cada empresa.

Como descrito em sua própria nomenclatura, o modelo de gestão ágil busca acelerar as entregas, eliminando etapas que envolvam exclusivamente sua documentação de processos. Isso porque, seu desenvolvimento se dá justamente de forma modular e todos membros envolvidos participam ativamente.

Já no modelo de gestão de projetos tradicional, a documentação, discriminação de tarefas, objetivos e um plano detalhado é prioridade, deixando a execução do projeto aglomerada em uma única fase. O que acontece é que, desta maneira, na fase de execução é possível que o projeto já esteja desatualizado diante das inovações.

Outro grande ponto de diferenciação, é a etapa de previsão de custos. Com um budget fechado para todo o projeto, as imprevisibilidades podem não ser atendidas devido a essa ausência de verba. O que não acontece no método de gestão ágil em função de sua fragmentação.

Origem dos métodos ágeis

No ano de 2001, um grupo de desenvolvedores estava em busca de alternativas para viabilizar a facilitar o desenvolvimento de softwares, um mercado na época, ainda desconhecido.

Originaram então, o que se tornaria o método de gestão ágil, que foi denominado de manifesto ágil. Documentaram os pilares da metodologia e os 12 princípios que norteiam o conceito. Elencamos os principais pontos extraídos do manifesto:

* Os processos ágeis aproveitam a mudança para a vantagem competitiva do cliente.

* Forneça software de trabalho com frequência, de algumas semanas a alguns meses, de preferência à menor escala de tempo.

* Pessoas de negócios e desenvolvedores devem trabalhar juntos diariamente durante todo o projeto.

* Crie projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o apoio de que precisam e confie neles para fazer o trabalho.

* O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para dentro de uma equipe de desenvolvimento é a conversa cara a cara.

* A atenção contínua à excelência técnica e ao bom design aumenta a agilidade.

* As melhores arquiteturas, requisitos e projetos emergem das equipes auto-organizadas.

* A intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz, depois ajusta seu comportamento de acordo.

Como implementar os métodos ágeis?

A implementação dos métodos ágeis trata-se de uma mudança de pensamento, uma nova maneira de enxergar e executar os processos internos, somente com essa mudança de mindset é possível alcançar a eficácia do método.

Cientes disso, os projetos digitais são um ótimo ponto de partida para implementação do método e análise de sua eficácia. Se neste momento, sua empresa está diante de um novo projeto digital, talvez este seja o momento de mudar o modelo de gestão de seus projetos.

Mediante a isso, é possível escolher o melhor método para implementar em sua corporação. Listamos aqui, os 3 principais e mais conhecidos atualmente:

* Scrum: um método de gestão ágil de projetos, voltado principalmente para planejamentos sujeitos à rápidas e constantes alterações. Aqui, os projetos são fragmentados em sprints (pequenas etapas do projeto) e, ao final de cada sprint o processo de análise e avaliação é realizado, encontrando possíveis erros ou pontos de melhoria;

* Kanban: um modelo extremamente visual, que facilita a visualização e comunicação de toda a equipe quanto ao andamento do projeto. É dividido em três etapas base: iniciar, em andamento e finalizado. As tarefas avançam à medida de sua realização. A flexibilidade de alterações neste modelo é seu grande diferencial, onde, em qualquer etapa os usuários podem adicionar ou remover tarefas;

* Lean: o método em sua tradução literal é “enxuto”, o que traduz também o seu conceito. O método visa reduzir processos desnecessários em busca de melhores resultados e entregas.

Benefícios métodos ágeis

As metodologias ágeis representam grande avanço para a gestão empresarial, encurtando e otimizando processos que demandam máximo esforço e um longo período de tempo. Porém, além de entregas mais assertivas, o método é capaz de otimizar outros aspectos da corporação.

Flexibilidade: ao fazer uso dos métodos ágeis toda a sua operação ganha mais flexibilidade na execução de tarefas. Tornando as etapas e prazos variáveis, podendo ser reduzidos ou mesmo estendidos de acordo com a necessidade. Além claro, da flexibilidade de alterações no geral, que no método tradicional demandaria muito tempo e esforço.

Engajamento: incluir sua equipe em todas as fases do projeto e dando autonomia para cada um dos membros em sua respectiva atuação, auxilia no engajamento dos colaboradores, o que por sua vez, resulta em um ganho de produtividade significativo. Além claro, de um melhor ambiente de trabalho para todos.

Descentralização: os métodos ágeis facilitam na descentralização de processos, o que garante a entrega de cada uma das etapas do projeto. Isso porque, com tarefas e objetivos “públicos”, a execução de tarefas torna-se algo viável para todos os colaboradores.

Ainda tem dúvidas sobre os benefícios dos métodos ágeis? Entre em contato com nossa equipe!